5 Passos Para Escrever Seu Livro | Bônus: Conselho De Escritora

Devo escrever assim que penso? Preciso me preocupar em como começo o primeiro parágrafo? Já pensei e vou direito escrever o primeiro capítulo?

Sabemos que começar e finalizar um livro não é nada fácil. Há muitas barreiras que interferem na caminhada de construção de uma obra e muitas delas cabem apenas ao escritor derrubar.

Desde que a ideia surge na mente milhares de pensamentos começam a povoar nosso cérebro, muitas vezes vomitamos toda a criatividade na primeira página e depois esfriamos pois o frenesi inicial já passou.

Para sanar alguns desses problemas e te ajudar a começar e finalizar seu conto, livro ou saga, vamos te ajudar com algumas dicas básicas. E como escritora posso garantir que elas foram essenciais no processo de escrita do meu livro.

Sem mais delongas vamos aos 5 passos que irão te ajudar a escrever seu livro.

Passo 1: Registre suas Ideias

Registre suas ideias. (Foto: retirada do Canva)
Registre suas ideias. (Foto: retirada do Canva)

A inspiração chegou trazendo personagem, enredo e tramas fantásticas? Então antes de tudo escreva o que está vindo em sua cabeça.

Use notas, caderninhos, áudios ou que for mais confortável para você, mas registre toda a sua ideia para que ela te guie quando for de fato escrever seu livro.

Não se preocupe se vai fazer sentido, se está completa ou não. Apenas registre esse momento criativo, para não acabar caindo no esquecimento.

Eu já escrevi um artigo aqui no blog do Criadores de Mundos: como começar a escrever meu livro: e uma dica de ouro, onde defendo que sua história não começa quando suas primeiras palavras foram escritas, mas sim quando a ideia chega em sua mente.

E isso se confirma quando registramos tudo no papel e enfim damos continuidade com trabalho de escrita, nos levando direto ao segundo passo que a construção do roteiro da história.

Passo 2: Escrever o Roteiro

Trabalhar na elaboração do enredo é o que deve ser feito após registrar suas ideias, isso é feito elaborando-se um roteiro.

É uma ótima estratégia que leva o escritor a ter segurança, cronologia e assiduidade. Principalmente se você deseja escrever sagas.

Um dos erros mais graves que cometi quando iniciei a minha escrita profissional foi não levar em consideração esse trabalho nos “bastidores”, organizando como meu enredo iria evoluir ao longo do livro e dos demais volumes da saga.

Por isso, acabei reescrevendo duas das minhas obras uma dúzia de vezes, mudando, inclusive, a essência da maior parte do enredo.

Então faça o esboço de um roteiro, coloque em sequência a ordem da trama do começo ao fim da sua história.

Vantagens de escrever o roteiro e como fazê-lo

O roteiro te guiará durante a escrita, reduzirá seus momentos de bloqueio criativo e ajudará na assiduidade.

Ele pode ser mais detalhado – feito por cena – ou mais intuitivo – feito por tópicos de ação. Opte por usar a forma que te deixa mais confortável e para isso aconselho testar os dois.

Um bom roteiro deve ser feito por capítulo, é importante saber o momento de começar uma sequência de informação e terminar. Por tanto, tente pensar na sua história com essa estrutura.

Estrutura do roteiro

Não é necessário que se coloque todos os mínimos detalhes da história no roteiro, mas é importante que nele contenha:

  • A cena inicial e a razão dela;
  • Quais personagens estarão envolvidos;
  • O objetivo do capítulo;
  • O desfecho do capítulo;

Pode parecer complicado no começo, mas confie que a prática vai deixar tudo mais simples.

Passo 3: Ficha de Personagem

Costumo dizer que as personagens são a alma história, eles conquistam os leitores e carregam as tramas para o bem ou para o mal, afinal todo o livro conta a história de uma personagem.

Sendo assim é de extrema importância que eles tenham uma personalidade bem firme em sua mente e é para te ajudar com isso que o terceiro passo é a construção da ficha de personagem.

Não se resuma a criar fichas apenas para os personagens principais, pois aqueles que se envolverão com ele também terão relevância e trarão peso para sua história.

Além disso, criando as fichas você evitará que seus personagens tenham personalidades iguais ou tenham reações incoerentes dependendo das situações.

As fichas de personagens são encontros marcados com as pessoas que vão povoar e guiar seu mundo. Eles nascem por conta própria e contam sua história para você, cabe ao escritor saber lapidá-los para mostrá-los ao mundo.  

O que escrever na ficha de personagem

Uma boa ficha de personagem deve conter pelo menos:

  • Nome da Personagem;
  • Idade;
  • Características psicológicas;
  • Características físicas;
  • Objetivo de vida;
  • Traumas;
  • Pequena Biografia;

Devo fazer isso para todos as personagens? Pelo menos para os protagonistas, vilões e as pessoas que vão se relacionar com elas (amigos, familiares, pares românticos).

Passo 4: Rotina de Escrita

Crie uma rotina de escrita. (Foto: retirada do Canva)
Crie uma rotina de escrita. (Foto: retirada do Canva)

Separe um horário para escrever, de preferência um que você consiga seguir diariamente e que você se prepare para isso, sem interrupções.

É muito importante construir o hábito de escrita, o desejo de terminar seu livro vai te guiar no começo, depois só a disciplina fará você seguir até final.

Portanto, encare escrever como um compromisso, desenvolva o hábito e siga adiante.

Uma dica é desenvolver um ritual, ou seja, um conjunto de comportamentos que você fará apenas para escrever.

Eu gosto de colocar uma playlist selecionada para a atmosfera da minha história e fazer um café, esse é meu ritual. Quando faço esse processo, automaticamente meu cérebro mergulha no ato de escrever.

Falo um pouco sobre meus processos de escrita e minha rotina no meu blog pessoal GMRhaekyrion, onde você poderá ver também um pouco mais sobre minhas obras.

Passo 5: Hábito de Leitura

Jamais abandone qualquer leitura para se dedicar apenas a escrever seu livro.

Ler aumenta o vocabulário, melhora a sua memória e exercita o seu cérebro.

Além disso, aumenta a inspiração, instiga a criatividade e relaxa os estresses diários. Acredite ou não, mesmo escrevendo o livro da sua vida vão ter momentos de tensão. É importante se manter em equilíbrio e aliviar esses dias ruins.

Conselho de Amiga Escritora

Primeiramente, a persistência é a sua maior aliada, desistir não é uma opção e nada vai sair perfeito na primeira versão. Entenda que escrever é reescrever vai te poupar de metade da frustração.

Em sua história vão existir furos, isso é um fato, vão existir erros e isso é normal e tudo bem. O livro só começa a ficar bom depois da terceira versão.

Não há uma data exata para terminar sua história ou quanto tempo demorará seu processo de escrita, embora existam alguns exercícios que ajudem a estipular prazos, como estipular um número mínimo de laudas escritas por dia.  

Mas lembre-se cada escritor tem seu ritmo e é importante respeitar o seu processo.

Enfim conte para mim: qual a sua maior dificuldade no processo de escrita?

1 comentário em “5 Passos Para Escrever Seu Livro | Bônus: Conselho De Escritora”

  1. Pingback: Escrever Profissionalmente Ou Escrever por Hobby?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *